The Global Status of Physical Activity in the Prevention of Childhood Obesity

 

Authors
Duffine Gilman, Abigail; Volpe, Stella Lucia
Format
Article
Status
publishedVersion
Description

Childhood obesity is a public health concern that threatens the health and well-being of children worldwide and is associated with several of their chronic health conditions. Although a positive energy balance leads to excess body weight in children, there are several factors that influence their weight status. Dietary intake and physical activity greatly contribute to the energy balance in children. Mental health is also associated with their weight status and physical activity. Further, race and ethnicity, family structure, and the built environment contribute to the amount of physical activity achieved by children. One purpose of the current review is to summarize the connection between physical activity and weight status in children, and highlight key factors influencing this relationship, such as mental health and race, ethnicity, family structure and the built environment. Another purpose of this review is to highlight interventions and policies that may influence the relationship between physical activity and weight status in children. Policies that influence the surrounding environment may enhance children’s accessibility for physical activity and affect neighborhood safety, the density of supermarkets and commercial physical activity facilities available, as well as the provision of structured physical activity opportunities for children. Policies that influence the school environment also provide the opportunity to facilitate additional physical activity for students. Therefore, the overall purpose of this review is to discuss the many factors that influence weight status in children and provide ideas for future research.
A obesidade infantil é uma preocupação de saúde pública que ameaça a saúde e o bem-estar de crianças em todo o mundo e está relacionada com várias condições crônicas de saúde nesse grupo. Embora o equilíbrio energético positivo signifique o excesso de peso corporal em crianças, existem vários fatores que influenciam seu estado de peso. O consumo de alimentos e a atividade física contribuem em grande parte no equilíbrio energético das crianças. A saúde mental também está relacionada com seu estado de peso e a atividade física. Além disso, raça e etnia, estrutura familiar, bem como o ambiente construído contribuem para a quantidade de atividade física praticada pelas crianças. Um dos objetivos desta revisão é resumir a conexão entre atividade física e estado de peso nas crianças e destacar os principais fatores-chave que influenciam essa relação, como saúde mental e raça, origem étnica, estrutura familiar e o contexto construído. Outro objetivo é destacar as intervenções e políticas que podem pesar na relação entre a atividade física e o peso nas crianças. As políticas que influenciam o contexto podem melhorar a acessibilidade às atividades físicas por crianças e afetar a segurança, a densidade de supermercados e instalações comerciais de atividades físicas disponíveis na vizinhança e a oferta de oportunidades estruturadas de atividades físicas para as crianças. As políticas que influenciam o contexto escolar também oferecem oportunidades para facilitar a atividade física adicional para os alunos. Portanto, o propósito geral desta revisão é estudar os muitos fatores que influenciam o estado de peso das crianças e fornecer ideias para pesquisas futuras.

Publication Year
2018
Language
Inglés
Topic
Built environment
Children
Obesity
Policy
Ambiente construído
Crianças
Obesidade
Políticas
Fuente
Portal de Revistas UCR
Get full text
https://revistas.ucr.ac.cr/index.php/pem/article/view/30143
Derechos
openAccess
Licencia
Derechos de autor 2018 Abigail Duffine, Stella Lucia Volpe