Uma crítica ao conceito de desenvolvimento sustentável: um atentado aos valores culturais e ambientais regionais

 

Authors
Folena de Oliveria, Jorge Rubem
Format
Article
Status
publishedVersion
Description

Muitos projetos em curso, na atualidade, são impostos pelo capital internacional hegemônico, que, sob um falso discurso de desenvolvimento sustentável, promove a destruição dos valores culturais e ambientais dos povos tradicionais. O trabalho tem por objetivo fazer uma análise entre o conceito de desenvolvimento sustentável e os interesses dos povos locais. Não é possível acreditar que um projeto para o bem-estar de um povo tenha como ponto de partida uma realidade universal desconhecida e distante da sua realidade. Neste trabalho, temos como base teórica o cruzamento das propostas de Kant sobre a universalização da história, defendida pelos neoliberais, e os estudos críticos de Gramsci sobre a conciliação do capital com as forças de trabalho, para manter a ordem política e social.
O trabalho tem por objetivo fazer uma análise entre o conceito de desenvolvimento sustentável e os interesses dos povos locais. Não é possível acreditar que um projeto para o bem estar de um povo tenha como ponto de partida uma realidade universal desconhecida e distante da sua realidade.Muitos projetos em curso, na atualidade, são impostos pelo capital internacional hegemônico, que, sob um falso discurso de desenvolvimento sustentável, promove a destruição dos valores culturais e ambientais dos povos tradicionais.Neste trabalho, temos como base teórica o cruzamento das propostas de Kant sobre a universalização da história, defendida pelos neoliberais, e os estudos críticos de Gramsci sobre a conciliação do capital com as forças de trabalho para manter a ordem política e social.

Publication Year
2018
Language
spa
Topic
Fuente
Portal de Revistas UNA
Get full text
https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/nuevohumanismo/article/view/9372
Derechos
openAccess
Licencia
Derechos de autor 2018 Revista Nuevo Humanismo